shutterstock_433393048-copy

O veludo surgiu na Índia, produzido por meio de teares manuais a partir da fibra da seda. Mais tarde passou a ser produzido na Itália nas fábricas de Veneza, Florença, Genova e Milão ganhando fama mundial. Sucesso nos anos 90 o veludo volta em alta novamente marcando presença em passarelas internacionais. A palavra veludo remete a sofisticação e elegância. Antes restrito a estações de inverno e eventos sofisticados agora ressurge também para as demais estações ganhando versatilidade e ainda mais popularidade no universo fashion. Conheça os tipos mais comuns de veludo:

#Modelo Molhado: Neste modelo a fibra é prensada em direções opostas resultando em uma aparência cintilante dando um aspecto molhado ao tecido.

#Modelo Devorê: Por meio de um tratamento químico é produzido irregularidades no tecido através do processo de corrosão criando um aspecto singular ao tecido.

#Modelo liso: Feito de seda ou até mesmo de algodão, o modelo liso também é conhecido como veludo alemão. É liso e brilhante, com um aspecto sofisticado se encaixa perfeitamente para confecção de roupas de festa.

#Modelo Cristal: Se comparado ao modelo liso, o cristal é mais leve e mais solto por ser confeccionado com fios de seda se tornando ideal para dar movimento a vestidos e saias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *